Previous Next

CANÇÕES DE UM PASSADO ESQUECIDO

CANÇÕES DE UM PASSADO ESQUECIDO, parceria entre as quatro instituições, integra o projeto WE ARE HERE – uma série de programas de vídeos e videoinstalações de artistas britânicos com curadoria de Tendai John Mutambu para o British Council e LUX, em torno de temas como identidade nacional, marginalidade, gênero, futuro ambiental e arquivo.

Inédita, CANÇÕES DE UM PASSADO ESQUECIDO coloca obras do Reino Unido, com curadoria de Mutambu, em diálogo com trabalhos de artistas brasileiros que fazem parte da coleção histórica da Associação Cultural Videobrasil, selecionados por Luise Malmaceda, do Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake. 

Segundo a curadora brasileira, os trabalhos apresentados, valendo-se amplamente da revisita de arquivos, jogam com técnicas narrativas tradicionais, do lúdico ao perverso, manipulando imagens ou esgueirando-se por práticas documentais para denunciar as realidades sociais.

“Ainda que as histórias da formação britânica e brasileira sejam muito distintas, impondo uma gama de problemas específicos em suas vivências contemporâneas, o conjunto dos trabalhos de CANÇÕES DE UM PASSADO ESQUECIDO se encontra no desejo de se colocarem além da idealização e romantização, apontando para o potencial de escrever novas narrativas que reformulem criticamente imagens antigas, perspectivas e ferramentas de análise. Esses trabalhos nos lembram que, mesmo nas ruínas de projetos históricos fracassados, subsiste o potencial para uma visão do futuro”, afirma Malmaceda.

 

Reino Unido:

 JOHN AKOMFRAH

The Silence [O Silêncio], 2014, 17min (British Council)

AYO AKINGBADE

Street 66 [Rua 66], 2018, 13min (LUX)

DUNCAN CAMPBELL

Arbeit, 2011, 39min (LUX)

SUSAN HILLER

The Last Silent Movie [O último filme mudo], 2007, 20min41s (British Council)

 

Brasil:

 AYRSON HERÁCLITO

O Sacudimento da Maison des Esclaves em Gorée [Sacudimento Cleansing of the House of Slaves on Gorée Island], 2015, videoinstalação [video installation], 8min38s

O Sacudimento da Casa da Torre [Sacudimento Cleansing of the Garcia D’Avila Castle], 2015, videoinstalação [video installation], 8min32s

DILMA LÓES

Quando o crioulo dança? [When Blacks Dance], 1988, vídeo [video], 30min 

CLARA IANNI

Forma Livre [Free Form], 2013, vídeo [video], 7min14s

ROSÂNGELA RENNÓ

Vera Cruz, 2000, vídeo [video], 44min 

 


Parceiros:

 

REINO UNIDO: LUX

LUX é uma agência internacional de artes que apoia e promove artistas criadores de imagens em movimento, fundada em 19666 como parte da contra-cultura londrina dos anos 60.

 

REINO UNIDO; BRITISH COUNCIL

O British Council é uma organização internacional que promove cooperação entre o Reino Unido e o Brasil nas áreas de língua inglesa, artes, esportes e educação.

 

BRASIL: INSTITUTO TOMIE OHTAKE

O Instituto Tomie Ohtake, inaugurado em 2001 e é um dos poucos espaços em São Paulo desenhado especialmente para realizar exposições nacionais e internacionais nas áreas de artes plásticas, arquitetura e design, além de desenvolver programas de ensino e acesso à arte.  

 

BRASIL: ASSOCIAÇÃO VIDEOBRASIL

Associação Cultural Videobrasil foi fundada em 1983 com o intuito de abrigar a crescente produção artística e publicações. A instituição é responsável pela Bienal Videobrasil de Arte Contemporânea e por uma extensa coleção.

 




CANÇÕES DE UM PASSADO ESQUECIDO


De 21 de janeiro a 15 março 2020 

de terça a domingo, das 11h às 20h 

entrada franca


Instituto Tomie Ohtake 

Av. Faria Lima 201 - Complexo Aché Cultural

(Entrada pela Rua Coropés, 88) 

Pinheiros, São Paulo,  SP 

Metrô mais próximo - Estação Faria Lima/Linha 4 - amarela

Fone: 11 2245 1900

www.institutotomieohtake.org.br

Deixe sua Crítica

Você precisa estar logado para deixar a sua crítica. Faça seu login abaixo ou clique aqui para se cadastrar.

Seja o primeiro a comentar.